sábado, 10 de julho de 2010

A princesa impaciente.



 Cansei de esperar pelo meu príncipe encantado. Todos os outros se foram, cansaram de mim. Acho que eles se casaram pelo dinheiro, ou pela aventura. A verdade é que nos casamos sem nem conhecermos um ao outro. E agora tenho um gaveteiro cheio de papeis de divórcio. Vou contratar uma babá, ou duas. Comprarei um vestido azul. Não, vermelho, da cor do meu batom. Amarrar meus cabelos. Procurar pelo homem com a flor não germinada.
 Olhos azuis, verdes, cabelos louros. Eu não devia me importar com as aparências desde o princípio. Apesar de que, dormindo, eu nunca iria saber como era o rosto do príncipe. Vou andar pelo reino. Visitar uma boate agitada e beber tanto que não irei reconhecer ninguém.
 Não, definitivamente. Acho melhor começar com o que eu gosto de fazer. Irei na biblioteca. Conversarei com o homem que estiver lendo Freud. Não, lendo Paulo Coelho. Também não. Aquele que estiver à procura de Shakespear. Tomara que ele me convide para tomar um café. Ou então eu o chamarei para comer uma pizza. Se eu der mole outra princesa fica logo de olho. Se não der certo com ele, me mudo para outro país. Procurarei por um homem sentado à beira de qualquer fonte na Itália. Perguntarei qual foi seu pedido. “Que uma mulher linda como você aparecesse na minha frente”, eu o esbofetearia. “Eu só queria ter muito dinheiro”, viro as costas. “Eu queria alguém ou algo para compartilhar minha vida”, “achei!”. E o beijaria. Talvez eu só abraçaria. Nada precipitado, tento agira normalmente.
 Vamos nos encontrar várias vezes. E nos apaixonaremos. Darei a ele meu corpo e depois a minha mão. Subiremos no meu dragão e chamarei ele para morar comigo em meu castelo, na torre mais alta. Vamos precisar de um arquiteto para aumentar os cômodos. Filhos, primos, todos virão nos visitar quando ficarmos velhos. Seremos felizes para sempre. Não, não mesmo. Seremos felizes até que a morte nos separe.

Ps.: Qualquer foto mais bonita será muito bem recebida.
Ps².: Queria que ficasse melhor, mas estou sem inspiração, nem ideia, nem paciência.

2 comentários:

  1. sou eu léo.
    o texto ficou lindo.
    fugiu um pouco o seu estilo e eu adorei isso.
    ><'

    ResponderExcluir